MINHA CONTA

Endereço de e-mail

Senha

Outros

Colar Multicolorido de Pedras Brasileiras com Fecho de Ouro

Colar Multicolorido de Pedras Brasileiras com Fecho de Ouro

(000002)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Colar de Gemas Naturais

Colar Multicolorido de Pedras Brasileiras com Fecho Banhado a Ouro

mais informações

Colar Multicolorido de Pedras Brasileiras com Fecho de Ouro

(000002)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Colar de Gemas Naturais

Colar Multicolorido de Pedras Brasileiras com Fecho Banhado a Ouro

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

de: R$ 198,00

por: R$ 98,00

ou por 12x de R$ 9,59 com juros

ESTOQUE: 1

Quantidade

+

-

COMPRAR

Frete e prazo

Frete e prazo

calcular

Não sei meu cep

Descrição do Produto

DESCRIÇÃO:

Colar Multicolorido de Pedras Brasileiras com Fecho Banhado a Ouro

Nome da(s) Pedra(s): Ametista, Fluorita, Turmalina, Turquesa, Água Marinha, Coral, Quartzo
Cor da(s) Pedra(s): Azul, Verde, Vermelho, Cinza, Marrom, Branco
Comprimento total: 45cm
Fecho de rosca banhado a ouro (banho de excelente qualidade).
Peso: 15,6g

CURIOSIDADES:

Ametista

O nome vem do Grego amethystos, significa não ébrio, não bebido. É a pedra mais apreciada da família dos Quartzos. A sua cor é violeta púrpura, podendo ser mais profunda ou mais suave; também é encontrada com faixas brancas de quartzos leitosos.

Esta pedra ocupou destaques importantes em ornamentos católicos ao longo dos séculos, considerada a pedra de Bispos e Cardeais. No século XVIII era muito valorizada, após descoberta de jazidas no Brasil se tornou uma pedra de médio valor. Quando têm formato de pirâmides, a cor mais intensa predomina nas pontas dos cristais. A ametista é encontrada em muitos países, mas os maiores depósitos estão no Sul do Brasil e no Uruguai.

Jazidas: As Ametistas são encontradas em geodos, gretas ou jazidas aluvionares. As jazidas mais importantes estão no Brasil, Uruguai e República de Malgaxe.

Cuidados com a sua ametista: A Ametista é uma pedra muito durável e por isso é uma ótima escolha para o uso diário. Deve-se apenas tomar o cuidado de retirar a jóia em atividades em que a pedra possa sofrer riscos. Tomando-se este cuidado a pedra estará sempre intacta.

Propriedades: Pedra da Alma, pedra utilizada para abertura do 3º olho, acalma a vibração trazendo tranqüilidade para o interior da mente. Libera a tensão. Mexe com o corpo mental, protege conta doenças, tranqüiliza. É usada para insônia e enxaqueca. Atua sobre o sistema circulatório, imunológico e metabólico. Acalma a mente, aumentando a memória e a motivação.

FLUORITA
Fluorita (também chamada espatofluor) é um mineral halogeneto composto de fluoreto de cálcio, CaF2. É um mineral colorido, tanto em luz visível quanto ultravioleta, e a pedra tem utilizações em ornamentos e jóias. Industrialmente, o fluoreto é utilizado como um fluxo de fundição e na produção de certos vidros e esmaltes.
O cristal de fluorita isoladocostuma ter tonalidades de um verde profundo, intercaladas com tinalidades de rosa e amarelo, e emana um brilho fluorescente.
Geral: Cor Incolor, branco, roxo, azul, verde, amarelo, laranja, vermelho, rosa, marrom, preto azulado, pode ter qualquer cor do espectro.
O nome Fluorita deriva do substantivo latino-fluo, ou seja, um fluxo ou fluxo de água. Na forma verbal era fluor ou fluere, significando a fluir.
Em 1852 a fluorita deu seu nome ao fenômeno da fluorescência, que é destaque no fluoretos de determinados locais, devido a certas impurezas no cristal. A Fluorita também deu o nome ao elemento químico flúor.
Origem:
A Fluorita é um mineral amplamente encontrado em grandes depósitos localizados em muitas áreas. Depósitos notáveis ocorrem na China, Alemanha, Áustria, Suíça, Inglaterra, Noruega, México, Província de Ontário e Newfoundland e Labrador, no Canadá. Grandes depósitos também ocorrem no Quênia, na área do vale Kerio, dentro do Great Rift Valley. Nos Estados Unidos, os depósitos são encontrados em Missouri, Oklahoma, Illinois, Kentucky, Colorado, Novo México, Arizona, Ohio, New Hampshire, Nova York, Alasca e Texas. A Fluorita tem sido o mineral símbolo do estado de Illinois desde 1965. Naquela época, Illinois foi o maior produtor de fluorita nos Estados Unidos, mas a última mina de fluorita em Illinois foi fechada em 1995.
As reservas mundiais de fluorita são estimadas em 230 milhões de toneladas, com os maiores depósitos localizados na África do Sul (cerca de 41 milhões de toneladas), México (32 milhões de toneladas) e China (24 Mt). A China lidera a produção mundial com cerca de 3 Mt por ano (em 2010), seguida pelo México (1,0 Mt), Mongólia (Mt 0,45), Rússia (0,22 milhões de toneladas), África do Sul (0,13 milhões de toneladas), Espanha (0,12 milhões de toneladas) e Namíbia (0,11 Mt).
O teor de fluorescência que é emitido quando uma amostra de fluorita é submetida à luz ultravioleta é dependente de onde o espécime original foi recolhido; diferentes impurezas são incluídas na estrutura de cristal em locais diferentes. Nem todo cristal tem fluorescência igualmente brilhante, mesmo os que partem da mesma localidade. Portanto, a luz ultravioleta não é uma ferramenta fiável para a identificação de amostras, nem para quantificar o mineral em misturas. A Fluorita também exibe a propriedade de termoluminescência.
Cores: A Fluorita se apresenta em uma ampla gama de cores e foi posteriormente apelidada de "o mineral mais colorido do mundo". As cores mais comuns são: roxo, azul, verde, amarelo ou incolor. Menos comuns são rosa, vermelho, branco, marrom, preto, e quase todas as tonalidades entre os dois. A cor do fluoreto é determinada por fatores, incluindo as impurezas, a exposição à radiação, bem como a dimensão dos centros de cor.
Uso: A Fluorita é uma importante fonte de fluoreto de hidrogénio, um produto químico utilizado para a produção de uma vasta gama de materiais no uso industrial. Também é amplamente utilizada na confecção de ornamentos e na joalheria.

Turmalina

Nenhuma gema possui tantas variedades de cores como a turmalina. Os holandeses levaram as turmalinas à Europa em 1703. As turmalinas de uma só cor são muito raras. Num mesmo cristal ocorrem, com freqüência, distintas tonalidades e cores.

Propriedades: Proteção contra energias densas em ambientes pesados, repele energias negativas, boa para enfermidades com perigo de vida.
Possui alto poder de cura, é rejuvenescedora e estimula a comunicação, fortalece o sistema nervoso, evita o stress, atrai abundância e prosperidade.

Jazidas: As jazidas mais importantes de turmalina estão em Sri Lanka, República de malgaxe, Brasil e Moçambique.

Cuidados com sua Turmalina: Recomenda-se tirar a sua jóia para atividades que possam desgastar, riscar ou quebrar a pedra.

Turmalina Azul:
Também conhecida como Turmalina Indicolita, é uma classe de turmalina muito rara, quase escassa, muito desejada pelos peritos de pedras preciosas.

Turmalina negra:
É uma pedra muito bonita e resitente. Das turmalinas é a única que só é encontrada na claridade opaca, não existe turmalina preta transparente. Também é muito encontrada nos quartzo cristais, dando-se a eles o nome de quartzos turmalinados, ou quartzos rutilados.

Turmalina Paraíba:
É conhecida por este nome devido ao estado da Paraíba, no Brasil, onde ela foi descoberta por Heitor Dimas. É considerada uma pedra muito rara e de um valor muito alto. Esta é uma das pedras preciosas mais valiosas que o Brasil possui. A cor azul desta pedra é diferente por causa do cobre e manganês encontrados em sua composição.

Turmalina Rosa:
Conhecida também como Turmalina Rubelita, nome derivado da semelhança de sua cor com a do rubi. Esta também foi uma forma de classificá-la. É uma pedra muito admirada na joalheria e por colecionadores, e seu valor depende muito da sua claridade e da intensidade de sua cor.

Turmalina verde:
É a turmalina mais comum a ser encontrada, mas a sua tonalidade de verde também varia muito de pedra para pedra, e assim como a turmalina rubelita, o seu valor depende muito de sua claridade, limpeza e intensidade. Também é muito apreciada na joalheira e por colecionadores.

Turmalina Bicolor: `
Conhecida também como "Turmalina Melancia" por causa da sua cor verde e rosa, e muitas vezes amarelada, é uma pedra muito apreciada por colecionadores, e muito usada para fazer jóias exóticas dada a sua beleza. É uma pedra com um valor razoavelmente caro, dependendo da sua qualidade e do seu corte ou lapidação.

Turquesa

Uma das gemas mais tradicionais, a turquesa, é um mineral valioso e é, possivelmente, o mais valioso mineral não-transparente no comércio de jóias. A turquesa tem sido minada por eras, desde pelo menos 6000 aC. pelos adiantados egípcios. Sua história também inclui belas criações ornamentais por nativos americanos e persas. Sua popularidade ainda é muito forte hoje.

Trata-se de um fosfato hidratado de cobre e alumínio. É reconhecida principalmente por sua cor, tão característica que se fala com muita freqüência em azul-turquesa.

A cor, na verdade, varia do azul-celeste, a mais valiosa, ao verde-azulado ou verde-amarelado. Os tons azuis são devidos ao cobre e os verdes, à presença de pequenas quantidades de ferro.

Ao contrário da maioria das gemas, a turquesa não tem brilho vítreo, e sim porcelânico. Tampouco mostra transparência, sendo translúcida a opaca.

Apesar da cor e brilho característicos, nem sempre é fácil identificar a turquesa. Existem outras gemas que podem se assemelhar a ela, como a amazonita, a crisocola e variscita.

Existe também a turquesa reconstituída, obtida com gema natural pulverizada misturada a uma cola e prensada, de modo a ficar compacta o suficiente para poder ser lapidada.
As turquesas mais valiosas provêm do Irã, mas este é desafiado por alguns espécimes do sudoeste dos Estados Unidos. No Brasil, a produção é muito pequena.
O nome turquesa pode ter sido dado com referência aos turcos, que introduziram esta pedra na Europa. Costuma-se lapidá-la na forma de cabochão e não facetada, pois além de ser uma pedra opaca, possui veios terrosos escuros.

Jazidas: As jazidas do Sinai foram exploradas há 4.000 anos a.C. As melhores turquesas são encontradas no Irã (turquesa persa). Outras jazidas podem ser encontradas no Afeganistão, Austrália, China (Tibete), Israel, Tanzânia e EUA.
Cuidados com sua turquesa: A natureza porosa e a baixa dureza do mineral tornam as pedras muito sensíveis, pois podem perder sua cor e seu brilho facilmente. Esta pedra pode sofrer alterações pelo suor da pele, cosméticos ou pela perda de sua umidade natural. Deve-se tomar cuidado com riscos ou raspões.

Propriedades: Tem a capacidade de absorver sentimentos negativos que podem vir a seu portador. Sua cor muda quando o portador está doente ou quando algo desagradável está para acontecer. Protege contra poluição do ambiente. Pedra sagrada para o Budismo Tibetano. Grande poder de cura, símbolo do mar e céu, protege contra choques de acidentes violentos.

Água-marinha

O nome é devido à sua cor, do latim "acqua marinae". É uma das gemas mais populares. Assim como a esmeralda e a morganita, pertence ao grupo dos berilos. A cor vai de um tom azul pálido quase incolor a um azul forte intenso, e, quanto mais intenso, mais é valiosa. Algumas apresentam um tom de azul esverdeado, é uma característica típica de onde ela minou. As maiores jazidas e as pedras mais famosas estão no Brasil, são as águas marinhas de Santa Maria - ES, mas a gema também é encontrada em outros países. A maior pedra encontrada foi no Brasil, com 110 Kg. É uma das gemas preferidas dos designers modernos.

Jazidas: As Águas-marinhas são encontradas principalmente no Brasil, onde existem as maiores jazidas, mas também são encontradas em outros países, como, por exemplo, Madagascar, Austrália, Índia, África do Sul e EUA.

Coral

Coral, ou recife de corais, ou ainda antozoários, são animais cnidários e uma das maravilhas do mundo submarino. Os corais constituem colônias coloridas e de formas espantosas que crescem nos mares e podem formar recifes de grandes dimensões que albergam um ecossistema com uma biodiversidade e produtividade extraordinárias.
O Coral se desenvolve nos mares quentes e profundos. Antigamente se conheciam bancos de corais somente no Mar Mediterrâneo, sobretudo nas costas das Ilhas Gregas, da Sicília, da Sardenha e no litoral da África. Hoje sabemos que os bancos de corais estão espalhados pela maioria das costas oceânicas, especialmente onde há recifes e atóis.
O maior recife de coral vivo encontra-se na Grande Barreira de Coral, na costa da Queensland, Austrália. Ele também é considerado o maior indivíduo vivo da Terra. Porém, devido à poluição e aquecimento marinho, está morrendo. A maioria dos corais desenvolve-se em águas tropicais e subtropicais, mas podem encontrar-se pequenas colónias de coral até em águas frias, como ao largo da Noruega.
O nome vem do grego korallion, traduzido por Plínio para o latim Corallium, que teria sido o nome dado primeiramente a um determinado peixe vermelho. O Coral é a pedra do signo de Peixes.
O Coral é conhecido e utilizado em jóias, bijuterias e amuletos, desde os tempos mais remotos. Pela arqueologia sabemos que os antigos egípcios usavam colares de Coral. Já no Oriente o utilizavam para fazer esculturas e finos trabalhos decorativos, ante do uso do marfim. Nos tempos mais modernos, o Coral continuou sendo muito apreciado em joalheria, tendo seu centro mais famoso na cidade italiana Torre del Greco.

Os corais representam um belo presente do reino animal ao plano físico, com benefícios aos planos superiores. O Coral tem uma ampla gama de influências, que seja no geral, quer seja no específico de cada sua cor. O Coral tem uma longa história nas práticas mágicas e esotéricas de quase todas as antigas civilizações. Já foi usado como poderoso amuleto contra os maus espíritos e o azar. Até hoje é considerado um aliado da boa sorte. Os antigos egípcios acreditavam que ele podia estancar hemorragias e podia combater o veneno de mordidas de cobras. O Coral oferece múltiplos benefícios: uns no geral, qualquer que seja sua cor; outros específicos para cada cor.
No geral: No plano físico: Ativa a energia sexual, aumentando a fertilidade;
Ajuda no desenvolvimento do feto durante a gravidez; Estimula a atração sexual, ativando a criatividade na aproximação amorosa; Fortifica o sistema ósseo e a debilidade corporal; Equilibra a circulação sanguínea e ajuda a curar anemias;
Pode ser útil na cura das doenças da espinha dorsal, do aparato digestivo, do sistema nervoso e do tálamo; Protege contra o mau-olhado, sobretudo, quando direcionado contra a fertilidade e o bom funcionamento dos órgãos reprodutores. No plano espiritual: Representa a diplomacia e a competência em qualquer relação; Ajuda a viver em harmonia com toda a natureza; Tranqüiliza as emoções e traz a paz interior; Facilita a intuição, a imaginação e a visualização, a ativa as aptidões místicas.

Quartzos

Quartzo é um mineral formador de rochas, pois se encontra em quase todos os tipos de rochas; é também uma pedra ornamental e uma gema.
Por causa de suas propriedades, ele é dificilmente atacável, seja por via mecânica, seja por via química. Por esse motivo, é o mineral mais abundante na terra. O nome quartzo tem se mantido em sua forma primitiva, não tendo sofrido qualquer alteração posterior.
Quando componente principal das rochas, ele se apresenta na forma de quartzo cristalizado, vítreo, incolor e transparente, ou como quartzo-comum, opaco, quartzo-leitoso ou quartzo-filoniano. As variedades coloridas são pedras ornamentais muito apreciadas.
Brilho vítreo, traço branco, fraturas concóides e estilhaçáveis, não exibe clivagem e é muito estável, sendo atacado somente pelo ácido fluorídrico. As formas trigonais bem cristalizadas apresentam, usualmente, prismas hexagonais e faces romboédricas nas extremidades.
Além de seu emprego em jóias, o quartzo é muito usado pelos terapeutas que empregam cristais. Importante como matéria-prima na indústria eletrônica, como abrasivo, nas indústrias de vidro e cerâmica.
É utilizado também no campo da medicina para a obtenção de ultra-sons (por causa de suas propriedades piezelétricas) e para o controle de emissores e relógios. Os vidros de alta qualidade são chamados de cristal, o que vem aumentar ainda mais a confusão de nomes envolvendo o quartzo... Copos de cristal, lustres de cristal, entre outros, são feitos de vidro, que não é matéria cristalina. Por isso, quando se fala de quartzo-incolor, deve-se usar o nome correto, cristal de rocha, e não apenas cristal...
Um elemento importante para o reconhecimento do quartzo são as estrias sobre as faces prismáticas. Encontra-se em geados, filões, cavidades e drusas.
No Cazaquistão, por exemplo, foi encontrado um cristal, em 1958, com a altura de uma casa de dois andares, pesando 70 toneladas. As drusas, agregados de cristais desenvolvidos sobre uma base plana, podem conter, no caso do quartzo-incolor, milhares de cristais, totalizando centenas de quilogramas. A maior já encontrada tinha 784 kg!

Fórmula: Si O2 (anidrido silício, denominado sílica). D: 7. DR.: 2,65.

Localidades: O Brasil é o maior produtor mundial de quartzo, com jazidas principalmente em Minas Gerais, Goiás e Bahia, particularmente na região do Planalto Central, próximo ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Também é encontrado na Espanha, Alemanha, Alpes, Urais, República de Madagáscar.

Analogias: Energia: projetiva, receptiva. Planeta: Sol, Lua. Signo Leão. Elemento: fogo, água. Chakra: coronário, todos. Tarô: O Mago.

Para aqueles que gostam: Significado Esotérico

A pura luz branca emitida através dele, por conter todas as cores, possui qualidades regeneradoras e energizantes. É fonte de força cósmica, ideal para sessões de cura. Possui uma aura radiante, muito forte, indicada para harmonizar o ambiente. É o cristal da sabedoria, do misticismo e da clarividência, usado como um amplificador poderoso. Dá proteção contra todos os tipos de radiação. É extremamente eficiente em radiodifusão e armazenamento de formas-pensamentos.
O cristal de quartzo, o mais comum de todos os cristais, costuma ser colocado no alto da cabeça, no chakra da coroa, e diz-se que ele estimula a glândula pineal, sensível à luz, e ativa a consciência superior. Objetivo: cura, psiquismo, poder, equilibra as emoções, excelente para a meditação, desfaz negatividade no campo energético da pessoa e do ambiente.
É a pedra da vitória, auxilia vencer a ansiedade e ajuda a percepção intuitiva. Proporciona um equilíbrio emocional, físico e mental. É uma pedra universal que reflete todas as cores do arco-íris. É a pedra vocacional, anti-dispersiva, é muito usada por bruxos preguiçosos. Ela deve ser guardada num saquinho de couro com ramos secos de arruda, avenca, hera e um pouquinho de tabaco.

O cristal-de-rocha é o mais comum de todos os cristais. Pedernal (pederneira) é o quartzo comum, arredondado pelo transporte em águas dos rios...
Como vimos, cristal é um termo genérico. Diz-se de todos os minerais que têm a forma cristalina, ou seja já nasce como cristal, como o quartzo que é um cristal!
O quartzo-puro é conhecido como ?cristal-de-rocha? ou simplesmente quartzo.
O quartzo-violeta é conhecido como ?ametista?.
O quartzo-amarelo é conhecido como ?citrino?.
O quartzo-rosa é conhecido como ?quartzo-rosa?.
O quartzo-verde é conhecido como ?aventurina? e por aí vai...

Quando possui as cores amarela, parda ou avermelhada, provocadas por óxido de ferro, recebe o nome de quartzo-ferrífero. Muitas vezes ele forma cordões, ou filões de preenchimento de cor branca leitosa, em rochas distintas.
Entre as muitas variedades do quartzo, a mais abundante é o quartzo-incolor, muito conhecido pelos nomes de quartzo-hialino e cristal de rocha.

Jazidas: É encontrado em todo o mundo.
Cuidados com seu quartzo: Deve-se tomar o cuidado de removê-lo quando for praticar atividades que possam quebrá-lo.

Quartzo Verde: Cristais de quartzo verde, ou calcedonia, como é muito chamado, é uma variedade mais classica do quartzo, por ser a cor verde muito preeferida por muitos joalheiros e pessoas amentes de jóias, e por ser de um valor não muito alto e ser uma pedra bonita, este mineral é muito bem aceito no mercado.


Cuidados com a sua Água-marinha: A Água-marinha é quebradiça e sensível à pressão. Deve-se retirar a sua jóia em atividades como esportes, trabalhos de casa ou qualquer outra coisa que possa riscar, trincar ou quebrar a pedra.

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados

Comentários