MINHA CONTA

Endereço de e-mail

Senha

Joias de Ouro Plated 14K em Prata 925

Pulseiras e Braceletes de Ouro 14K em Prata 925

Bracelete de Ouro Amarelo 14k (Prata 925) com Multigemas Naturais

Bracelete de Ouro Amarelo 14k (Prata 925) com Multigemas Naturais

(001143)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Jóia de Ouro 14K Plated em Prata 925 com Gemas Naturais

Deslumbrante Bracelete de Ouro Amarelo 14 k em Prata 925 com Ametistas, Granadas de Moçambique, Peridotos, Citrinos e Topázios Naturais

mais informações

Bracelete de Ouro Amarelo 14k (Prata 925) com Multigemas Naturais

(001143)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Jóia de Ouro 14K Plated em Prata 925 com Gemas Naturais

Deslumbrante Bracelete de Ouro Amarelo 14 k em Prata 925 com Ametistas, Granadas de Moçambique, Peridotos, Citrinos e Topázios Naturais

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

de: R$ 2.978,00

por: R$ 1.498,00

ou por 6x de R$ 249,67 sem juros

ESTOQUE: 3

Quantidade

+

-

COMPRAR

Ver outras formas de pagamento e parcelamento

Frete e prazo

Frete e prazo

calcular

Não sei meu cep

Descrição do Produto

DESCRIÇÃO:

Bracelete de Ouro Amarelo 14 k em Prata 925 com Ametistas, Granadas de Moçambique, Peridotos, Citrinos e Topázios Naturais

Nome da(s) Pedra(s): Ametistas, Granadas de Moçambique, Peridotos, Citrinos e Topázios Naturais
Cor da(s) Pedra(s): Lilás, Vermelho, Verde, Amarelo e Azul
Corte da(s) Pedra(s): Redonda Facetada
Peso da Jóia: 78,54 CT (peso total de prata + pedra), ou 15,7 g
Comprimento: 19,0 Cm
Largura: 5,0 mm
Tamanho da(s) Pedra(s): 3,0 mm
Clareza da(s) Pedra(s): IF a VVS
Brilho: Sedutor
Tratamento: Aquecido e Sem Aquecimento
Metal: Ouro Amarelo 14 k Plated em Prata 925
Origem da(s) Gema(s): África, Uruguai, Paquistão e Brasil
Origem da Jóia: Thailândia
Quantidade: 01 peça

CURIOSIDADES:

Citrino

O nome, citrino, é derivado de sua cor amarelo-limão (do latim citrus). Os citrinos de cor amarelo-intensa chamados de "citrinos madeiras" são raros e muitas vezes são chamados, erroneamente, de topázio, devido à semelhança de sua cor.

Jazidas: As jazidas mais importantes de citrino estão no Brasil, República de Malgaxe, EUA, Espanha e Montes Urais.

Cuidados com seu citrino: Admirado por sua beleza e durabilidade, o citrino é uma boa escolha para o uso diário. Deve-se apenas tomar o cuidado de removê-lo quando for praticar atividades que possam riscá-los.

Peridoto

O nome desta pedra é derivado do grego, mas seu significado é desconhecido. Crisólita, um sinônimo, significa (do grego) "pedra de ouro". Em mineralogia, o nome usado para o peridoto é Olivina (por sua cor verde-oliva). O maior peridoto lapidado pesa 310ct e está em Whashington (EUA).

Jazidas: As jazidas do Mar Vermelho e Zebirget vêm sendo exploradas há 3.500 anos. Pedreiras na Birmânia produzem pedras muito boas. Os peridotos também podem ser encontrados na Austrália, Brasil (Minas Gerais), África do Sul, EUA e Zaire. No norte da Ásia existem peridotos lapidados procedentes de um meteorito caído em 1749, na Sibéria.

Cuidados com o peridoto: Embora o peridoto seja uma pedra recomendada para uso diário, deve-se tomar cuidado com os riscos e as mudanças de temperatura extremas.

Topázio:

O topázio está entre as gemas mais tradicionais e de uso mais antigo. Pode ser encontrado em muitas cores ? amarelo, rosa, azul, incolor, vermelho -, mas, por ser a amarela a mais valiosa, muitos pensam ser sempre esta sua cor.
A variedade amarela-alaranjada, comercialmente conhecida como topázio imperial, é particularmente importante para os brasileiros, pois nosso país é o único que a produz. Ele é extraído apenas em Minas Gerais e somente no município de Ouro Preto. Trata-se, pois, de uma gema de ocorrência muito restrita
O citrino, uma variedade de quartzo de cor semelhante à do topázio imperial, mas de menor valor, é freqüentemente vendido como se fosse esta gema. Estima-se que 80% da s pedras que são vendidas como topázios são, na verdade, citrinos. Isso explica o grande número de nomes comerciais enganadores dados ao quartzo amarelo: topázio da Boêmia, topázio de Salamanca, topázio Escocês, Topázio Hinjosa, topázio Madagascar, etc. No Brasil, já foram muito usados os nomes topázio Rio Grande, topázio Bahia e topázio Palmeira, dos quais o primeiro pelo menos foi praticamente abandonado no Rio Grande do Sul, seu principal produtor.
Esses nomes podem enganar o consumidor duplamente: primeiro por ser tratar de citrino e não de topázio; segundo porque muitas vezes a cor desse citrino foi obtida artificialmente, por tratamento térmico de ametista.
O quartzo amarelo assim obtido é muito apreciado e responde por boa parcela das exportações de gemas gaúchas. Mas, não se trata de nenhuma fraude, desde que ele seja vendido pelo que é, ou seja, citrino, e não topázio. Mas, como distinguir citrino de topázio imperial?
Se forem gemas brutas, a distinção não é difícil, bastando verificar a dureza (maior no topázio), clivagem (ausente no citrino) e morfologia dos cristais, por exemplo. Mas, se forem lapidadas, fica bem mais difícil e é preciso recorrer a equipamento gemológico que permita determinar propriedades como o índice de refração e a densidade (ambos mais altos no topázio).
A água-marinha e o topázio azul também podem ser confundidos. Mas, neste caso o topázio é que é a gema menos valiosa e são raros os nomes enganadores, tipo água-marinha Nerchinsk (topázio azul).
Normalmente pensa-se no Topázio como amarelo dourado, transparente. No entanto, ele pode ainda ser amarelo-laranja, vermelho, cor de mel, cereja escuro, verde claro, azul e rosa. O nome Topázio deriva da palavra Grega (Bllhar) e também se aplica à palavra fogo. O Topázio Imperial e os Rosas são os mais valiosos.

Jazidas: O Topázio encontra-se no Brasil, na Nigéria e no Sri Lanka

Cuidados com seu Topázio: Recomenda-se tirar o Topázio para atividades que possam desgastar, riscar ou quebrar a pedra.

Ametista

O nome vem do Grego amethystos, significa não ébrio, não bebido. É a pedra mais apreciada da família dos Quartzos. A sua cor é violeta púrpura, podendo ser mais profunda ou mais suave; também é encontrada com faixas brancas de quartzos leitosos.

Esta pedra ocupou destaques importantes em ornamentos católicos ao longo dos séculos, considerada a pedra de Bispos e Cardeais. No século XVIII era muito valorizada, após descoberta de jazidas no Brasil se tornou uma pedra de médio valor. Quando têm formato de pirâmides, a cor mais intensa predomina nas pontas dos cristais. A ametista é encontrada em muitos países, mas os maiores depósitos estão no Sul do Brasil e no Uruguai.

Jazidas: As Ametistas são encontradas em geodos, gretas ou jazidas aluvionares. As jazidas mais importantes estão no Brasil, Uruguai e República de Malgaxe.

Cuidados com a sua ametista: A Ametista é uma pedra muito durável e por isso é uma ótima escolha para o uso diário. Deve-se apenas tomar o cuidado de retirar a jóia em atividades em que a pedra possa sofrer riscos. Tomando-se este cuidado a pedra estará sempre intacta.

Granada:

É uma gema que pode ter várias cores, à exceção do azul. O nome granada não designa uma gema, mas um grupo de gemas. As granadas mais importantes como pedras preciosas são piropo (a mais valiosa), rodolita, tsavorita, almandina, espessartina, grossulária, hessonita e andradita. Conforme a espécie, pode-se ter uma granada incolor, vermelha (a mais comum), amarela, marrom, preta e até verde (chamadas demantóide e tsavorita).
Os tons rubros vão desde o framboesa até o vermelho cor de sangue.
Os tons de verde são equivalentes aos das esmeraldas, existindo ainda granadas em tonalidades de amarelo, laranja e castanho.
Os variados aspectos das granadas possibilitam uma utilização adequada a todos os gostos e é acessível a todos os bolsos.
Jazidas: Os principais centros de extração de granadas são a África do Sul, o Sri Lanka, Madagáscar, Brasil, Índia e Austrália.
Cuidados com a sua Granada: Tal como para as restantes gemas, temos que as proteger de riscos e de temperaturas elevadas.

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados

Comentários