MINHA CONTA

Endereço de e-mail

Senha

Imagem 1

Joias de Prata 925 e 950

Brincos de Prata 925 e 950

Brincos Indianos de Prata 925 com Lápis Lazuli e Pérolas

Brincos Indianos de Prata 925 com Lápis Lazuli e Pérolas

(000590)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Jóia de Prata 925 com Gemas Naturais e Pérolas

Lindos Brincos Indianos de Prata 925 com Lápis Lazuli e Pérolas

mais informações

Brincos Indianos de Prata 925 com Lápis Lazuli e Pérolas

(000590)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Jóia de Prata 925 com Gemas Naturais e Pérolas

Lindos Brincos Indianos de Prata 925 com Lápis Lazuli e Pérolas

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

Produto temporariamente indisponível

Descrição do Produto

DESCRIÇÃO:

Brincos Indianos de Prata 925 com Lápis Lazuli e Pérolas

Metal: Prata 925
Nome das Pedras: Lápis Lazuli e Pérolas Arroz
Cor das pedras: Azul
Comprimento: 4 cm
Largura: 1,2 cm
Lapidação: Redonda
Peso: 3,9 g

CURIOSIDADES:

Lápis-Lazúli

Bem, não se trata de um lápis azul, pura e simplesmente! De origem latina, o significado de lápis é pedra, e de lazúli, azul. Não uma pedra qualquer, mas uma gema que, depois de lapidada e polida, torna-se uma pedra preciosa, verdadeira "jóia", de um azul magnífico e brilho vítreo.
Assim como outras gemas, ela é mais opaca que brilhante. Sendo o resultado da combinação de diversos minerais, entre eles lazurita, sódio, alumínio e pirita é conhecida mais como rocha que como mineral, e é também bastante diferente de muitas outras gemas.
Arqueólogos registram o uso do lápis-lazúli já há 7000 anos. Nas tumbas egípcias, a pedra era usada não apenas em joalheria, mas também em outros objetos decorativos como caixas, escaravelhos e esculturas. Os egípcios antigos faziam também amuletos usando pedras. Outros achados sugerem o crescimento do uso do lápis-lazúli também em maquiagem, quando era usado em sombras para os olhos. Na Idade Média e na Renascença, o uso do lápis cresceu quando artistas o usavam para criar pinturas azuis brilhantes na arte de ambos os períodos.
Atualmente, a maioria do lápis-lazúli vem do Afeganistão e mineiros buscam encontrar pedras com azul profundo, vindas de depósitos de pirita, também conhecida como "ouro dos tolos". As melhores pedras podem ainda ser usadas em esculturas para porta-jóias ou como pedras para peças de joalheria. O lápis-lazúli é também o preferido entre os joalheiros profissionais e é freqüentemente avaliado em sua forma de conta. As próprias pedras se prestam bem a esculpir, embora exibam um odor até certo ponto desagradável. Aqueles que trabalham com lápis-lazúli devem fazer uso de roupas e máscaras apropriadas, a fim de se resguardarem de depósitos de sílica nos pulmões.
Na forma de contas, o lápis-lazúli está disponível em muitas variedades, sendo bastante razoável em preço. Entretanto, uma maior qualidade das gemas contribui para um preço mais alto. Pode ser encontrado na forma de fusos, cilindros, tubos facetados, lágrimas e lindas contas redondas. As pedras redondas vêm sendo usadas como contas de rosário há séculos.
Usado em anéis, o lápis-lazúli requer cuidados especiais. Na Escala de Mohs, apresenta dureza 5-6, apenas. Assim, o anel deverá ser "poupado", quando da realização de tarefas de limpeza doméstica.
O lápis-lazúli, na Antigüidade, era tido como o símbolo da verdade. Em certas crenças, era também considerado como um portal que conduzia ao mundo espiritual. No Catolicismo Romano, na maioria das pinturas em que figura a Virgem Maria, tanto na Idade Média quanto no Renascimento, o lápis-lazúli está presente. Assim, o lápis-lazúli sempre esteve associado ao misticismo e à pureza.

Propriedades: É uma pedra de contemplação e meditação. Tem grandes propriedades de cura e purificação. Atrai a mente para o interior a procura de sua própria fonte de poder.

Pérolas

Sobre Pérolas

A origem da palavra pérola vem do latim e seu significado talvez venha de um molusco "perna" ou devido a sua forma esférica "sphaerula". As pérolas são produzidas por moluscos e seu tamanho varia do de uma cabeça de alfinete e o de um ovo de pomba. A maior pérola encontrada pesa 450 quilates. A pérola se origina de uma reação do molusco a corpos estranhos que penetram no seu interior.
Certos moluscos bivalves (duas conchas), como alguns mexilhões e ostras, criam pérolas como uma reação a um agente irritante que se alojou dentro da concha. Na natureza, essa irritação pode ser microscópica, como um parasita, ou um grão de areia. O molusco segrega nácar, o mesmo material usado na parte interna da concha, e, ao longo do tempo, o nácar vai envolvendo o intruso, criando a pérola. Pérolas naturais podem não ser, necessariamente, perfeitamente redondas. Quanto mais tempo o molusco trabalha para criar a pérola, maiores as chances de a pérola ser deformada ou oca. Tanto os moluscos de água salgada quanto os de água doce produzem pérolas.
Propriedades: Tem o poder de atrair amor, sorte, saúde e dinheiro. Considerada a mais sensível das pedras, por ser gerada a partir de um ser vivo.

Pérolas de cultura

As pérolas cultivadas não são uma imitação, mas sim uma forma do homem colaborar para sua formação natural. A produção das pérolas cultivadas é causada pela introdução de corpos estranhos nos moluscos.
Quando os técnicos introduzem um irritador em um molusco, ele se protege com nácar, como de costume, e o resultado é uma pérola "real". No entanto, o irritador é muito maior que um grão de areia ou um parasita. Moluscos de água salgada são semeados com uma lasca pequena de madrepérola (material do interior da concha), mais um pedacinho de seu próprio tecido, o que leva à produção da pérola imediatamente. Pérolas de água salgada cultivadas, portanto, começam maiores, têm um centro não-nácar, são uniformemente arredondadas e estão prontas para a colheita mais cedo do que uma pérola natural.

Jazidas: As pérolas de melhor qualidade encontram-se no Golfo Pérsico (pérola do oriente). Existe também extração na Índia e Sri Lanka, na Austrália e na América Central. As pérolas cultivadas são produzidas em larga escala no Japão.

Cuidados com a pérola: As pérolas têm que ser armazenadas separadamente das outras peças, envolvidas em tecido. Limpe-as com um pano úmido e evite produtos químicos da casa, produtos para os cabelos, cosméticos e perfumes, pois tiram o brilho das pérolas.

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados

Comentários

DÚVIDAS? CLIQUE AQUI!