MINHA CONTA

Endereço de e-mail

Senha

>
DE: R$ 6.997,20
POR: 3.497,20

ou 12x de R$ 351,12 com juros

COMPRAR
Imagem 1
Imagem 2

Joias de Prata 925 e 950

Colar e Gargantilha de Prata 925 e 950

Gargantilha de Prata 925 com Multigemas Naturais

Gargantilha de Prata 925 com Multigemas Naturais

(001836)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Jóia de Prata 925 com Gemas Naturais

Espetacular Gargantilha de Prata 925 com Lápis Lazuli Copper, Granadas Demantoid e Citrinos Naturais

mais informações

Gargantilha de Prata 925 com Multigemas Naturais

(001836)

Marca:  Preciosa  | 

Modelo:  Jóia de Prata 925 com Gemas Naturais

Espetacular Gargantilha de Prata 925 com Lápis Lazuli Copper, Granadas Demantoid e Citrinos Naturais

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

de: R$ 6.997,20

por: R$ 3.497,20

ou por 12x de R$ 351,12 com juros

ESTOQUE: 1

Quantidade

+

-

COMPRAR

Frete e prazo

Frete e prazo

calcular

Não sei meu cep

Descrição do Produto

DESCRIÇÃO:

Gargantilha de Prata 925 com Lápis Lazuli Copper, Granadas Demantoid e Citrinos Naturais

Nome da(s) Pedra(s): Lápis Lazuli Copper, Granadas Demantoid e Citrinos Naturais
Cor da(s) Pedra(s): Azul com Filetes de Cobre, Verde e Amarelo
Corte da(s) Pedra(s): Fancy Cabochão, Oval e Redonda Facetada
Peso da Jóia: 93,4 g, ou 467,00 CT. (peso total de prata + pedra)
Comprimento Total: 45,5 cm
Dimensões da(s) Pedra(s): 8,1 X 6,5 mm a 15,5 X 13,5 mm
Clareza: IF a VVS e Excelente
Brilho: Magnífico
Tratamento: Não Aquecido e Aquecido
Origem: Brasil, Reino Unido e Afeganistão
Origem da Jóia: Thailândia
Metal: Prata 925
Quantidade: 01 peça

CURIOSIDADES:

Granada:

As granadas, assim como as turmalinas, são um grupo de gemas que compreende várias espécies, e não uma única espécie com diversas variedades, como é o caso do quartzo. Indica um grupo de minerais silicatos, de propriedades semelhantes, mas de composição química diferentes.
Quando se fala de granada, em Gemologia, não se está designando uma espécie mineral, mas sim um grupo de minerais que possuem várias características semelhantes.
Usualmente, associa-se as granadas à cor vermelha, mas elas podem ter várias outras cores, incluindo o incolor, exceto na cor azul. Não apresentam clivagem o que, aliado ao fato de serem do sistema cúbico, facilita bastante sua lapidação, pois não há necessidade de se orientar o cristal para lapidá-lo.
Esses minerais são silicatos que cristalizam no sistema cúbico, exibindo muito freqüentemente cristais granulares (daí seu nome), bem formados, com todas as faces (cristais euédricos). Podem ser, por exemplo, dodecaedros, que têm doze faces. Eles não costumam ser grandes, mas achou-se na Noruega um cristal de granada de 2,30 m de diâmetro e 37,5 t, o maior de que se tem notícia.
As granadas são transparentes a semitransparentes ou opacas, de brilho vítreo e resinoso, graxo ou adamantino. A dureza varia de 6,5 a 7,5 e a densidade, de 3,50 a 4,20. Traço branco, fratura concóide, quebradiça, irregular. A granada pode ocorrer também em massas granulares compacta
É uma gema que pode ter várias cores, à exceção do azul. O nome granada não designa uma gema, mas um grupo de gemas. As granadas mais importantes como pedras preciosas são piropo (a mais valiosa), rodolita, tsavorita, almandina, espessartina, grossulária, hessonita e andradita. Conforme a espécie, pode-se ter uma granada incolor, vermelha (a mais comum), amarela, marrom, preta e até verde (chamadas demantóide e tsavorita). As espécies mais comuns são almandina (a mais usada como gema), grossulária, spessartita, andradita, piropo e uvarovita. Elas possuem diversas variedades, como rodolita, hessonita, tsavorita e topazolita, por exemplo.
Os tons rubros vão desde o framboesa até o vermelho cor de sangue.
Os tons de verde são equivalentes aos das esmeraldas, existindo ainda granadas em tonalidades de amarelo, laranja e castanho.
Os variados aspectos das granadas possibilitam uma utilização adequada a todos os gostos e é acessível a todos os bolsos.
Os piropos maiores têm até dois quilates, podendo ter um vermelho bonito. As almandinas vão do laranja-averrnelhado ao vermelho. Já a rodolita tem cor vermelho-arroxeada ou roxo-averrnelhada, algumas vezes rosa ou vermelho-púrpura. Raramente tem mais de cinco quilates. Muitas gemas, vendidas como rodolita são, na verdade almandina ou piropo. Outras granadas são as andraditas, que podem ser verdes, amarelas, marrons ou pretas. A granada mais valiosa é a tsavorita, que possui um verde esmeralda profundo. Existem ainda outras granadas, que têm cores que vão do amarelo ao rosa.
A mais valiosa dessas espécies é, para alguns, o piropo, de cor vermelha bem viva. Walter Schumann, porém, considera o demantóide, uma variedade de andradita, a granada de maior valor. A propósito, é bom lembrar que a andradita tem esse nome em homenagem a um brasileiro, José Bonifácio de Andrade e Silva ? o Patriarca da Independência (que além de político, foi um grande mineralogista e descobridor de vários minerais).

Jazidas: Os principais centros de extração de granadas são a África do Sul, o Sri Lanka, Madagáscar, Brasil, Índia e Austrália.

Cuidados com a sua Granada: Tal como para as restantes gemas, temos que as proteger de riscos e de temperaturas elevadas.

Propriedades: Clarividência, orgulho, sucesso, autoconfiança, força e vitória. Liga ao coração e sexualidade. A Granada é a Pedra-Símbolo do amor romântico e da paixão, da sensualidade, melhorando a sexualidade e intimidade. Diz-se que desperta a criatividade, a energia positiva e a autoconfiança, e pode trazer sucesso para a carreira ou negócios. Granadas são utilizadas para tratar doenças infecciosas, envenenamento do sangue e doenças cardíacas e pulmonares. É também uma pedra de proteção eficaz contra o mal e pesadelos, e pode ser usada para a cura espiritual.

Granada Demantoid

A Granada Demantoid é uma das gemas mais brilhantes que existem. No entanto, até recentemente, era pouco conhecida, exceto entre os colecionadores e amantes de pedras preciosas. Estritamente falando, é uma granada verde, ou melhor, é a estrela das granadas verdes. Não sem razão lhe foi dado o nome que significa "igual ao diamante?. O nome vem do holandês e faz referência à excelente qualidade desta gema, ao seu brilho incomparável de fogo. Alguns amantes de gemas alegam que uma demantoid continuará a brilhar mesmo na sombra.
A demantoid pertence à família das granadas, e é uma variedade do mineral granada andradita. Mas é mais do que isso: é o tipo mais caro de granada e um dos mais preciosos de todas as gemas preciosas. É muito estimada por conta de sua raridade combinada com sua luminosidade incrível. A demantoid tem uma refração extremamente elevada (índice de refração 1,880-1,889). No entanto, sua dispersão elevada também é notável; em outras palavras, tem a capacidade de dividir a luz que entra pela facetas e dividi-la em todas as cores do arco-íris. A demantoid é produz este efeito ainda melhor que o diamante.
O espectro de suas cores inclui muitos tons de verde, de um verde ligeiramente amarelado a um verde acastanhado, com um brilho dourado. Particularmente precioso é um verde esmeralda profundo, embora isto só ocorra muito raramente, de fato. Não é apenas muito incomum, mas as amostras também são, em sua maioria, de pequeno porte, as grandes sendo extremamente raras. Depois de cortadas, apenas algumas pedras pesam mais de dois quilates, e a maioria delas dificilmente excede um.

Citrino

O nome, citrino, é derivado de sua cor amarelo-limão (do latim citrus). Os citrinos de cor amarelo-intensa chamados de "citrinos madeiras" são raros e muitas vezes são chamados, erroneamente, de topázio, devido à semelhança de sua cor.

Jazidas: As jazidas mais importantes de citrino estão no Brasil, República de Malgaxe, EUA, Espanha e Montes Urais.

Cuidados com seu citrino: Admirado por sua beleza e durabilidade, o citrino é uma boa escolha para o uso diário. Deve-se apenas tomar o cuidado de removê-lo quando for praticar atividades que possam riscá-los.

Propriedades: Força vibrante, usado principalmente no chakra do umbigo, sua energia nos dá a mesma sensação de estar no sol, aquece, penetra, energiza e dá vida. O domínio desse chakra é poderosíssimo, mexe com o corpo físico, ligado a negócios e ao poder.

Lápis-Lazúli

Bem, não se trata de um lápis azul, pura e simplesmente! De origem latina, o significado de lápis é pedra, e de lazúli, azul. Não uma pedra qualquer, mas uma gema que, depois de lapidada e polida, torna-se uma pedra preciosa, verdadeira "jóia", de um azul magnífico e brilho vítreo.
Assim como outras gemas, ela é mais opaca que brilhante. Sendo o resultado da combinação de diversos minerais, entre eles lazurita, sódio, alumínio e pirita é conhecida mais como rocha que como mineral, e é também bastante diferente de muitas outras gemas.
Arqueólogos registram o uso do lápis-lazúli já há 7000 anos. Nas tumbas egípcias, a pedra era usada não apenas em joalheria, mas também em outros objetos decorativos como caixas, escaravelhos e esculturas. Os egípcios antigos faziam também amuletos usando pedras. Outros achados sugerem o crescimento do uso do lápis-lazúli também em maquiagem, quando era usado em sombras para os olhos. Na Idade Média e na Renascença, o uso do lápis cresceu quando artistas o usavam para criar pinturas azuis brilhantes na arte de ambos os períodos.
Atualmente, a maioria do lápis-lazúli vem do Afeganistão e mineiros buscam encontrar pedras com azul profundo, vindas de depósitos de pirita, também conhecida como "ouro dos tolos". As melhores pedras podem ainda ser usadas em esculturas para porta-jóias ou como pedras para peças de joalheria. O lápis-lazúli é também o preferido entre os joalheiros profissionais e é freqüentemente avaliado em sua forma de conta. As próprias pedras se prestam bem a esculpir, embora exibam um odor até certo ponto desagradável. Aqueles que trabalham com lápis-lazúli devem fazer uso de roupas e máscaras apropriadas, a fim de se resguardarem de depósitos de sílica nos pulmões.
Na forma de contas, o lápis-lazúli está disponível em muitas variedades, sendo bastante razoável em preço. Entretanto, uma maior qualidade das gemas contribui para um preço mais alto. Pode ser encontrado na forma de fusos, cilindros, tubos facetados, lágrimas e lindas contas redondas. As pedras redondas vêm sendo usadas como contas de rosário há séculos.
Usado em anéis, o lápis-lazúli requer cuidados especiais. Na Escala de Mohs, apresenta dureza 5-6, apenas. Assim, o anel deverá ser "poupado", quando da realização de tarefas de limpeza doméstica.
O lápis-lazúli, na Antigüidade, era tido como o símbolo da verdade. Em certas crenças, era também considerado como um portal que conduzia ao mundo espiritual. No Catolicismo Romano, na maioria das pinturas em que figura a Virgem Maria, tanto na Idade Média quanto no Renascimento, o lápis-lazúli está presente. Assim, o lápis-lazúli sempre esteve associado ao misticismo e à pureza.

Propriedades: É uma pedra de contemplação e meditação. Tem grandes propriedades de cura e purificação. Atrai a mente para o interior a procura de sua própria fonte de poder.

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados

Comentários

DÚVIDAS? CLIQUE AQUI!